Notícias

Todo líder é um pensador

trabalho-operacional

A liderança é o resultado de aspectos da personalidade, ou seja, é algo estrutural. Sendo assim você não consegue transformar uma pessoa em líder, se ela não possuir determinadas características que em boa parte são genéticas.

 

Mas não é preciso se desesperar, existe uma saída para quem deseja estar no comando e uma delas é treinar habilidades de gestão que em muitas situações podem ser tão ou mais importantes que as habilidades de liderança.

 

Neste ínterim faz se importante salientar a diferença entre treinar e desenvolver. Posso treinar alguém para conduzir um grupo de pessoas em reuniões, na busca do atingimento de metas, na melhoria de processos e resultados em geral. Treinamos em conceitos, metodologias e ferramentas de gestão. Treinamos em “coisas” que as pessoas não possuem ou que possuam em quantidades não suficientes.

 

Desenvolver é diferente de treinar. Desenvolver é impulsionar algo que já existe. DESENVOLVER significa “fazer crescer” “tornar mais forte”.  Quem nasce com uma predisposição para liderar, tem condições de potencializar determinadas características, pois já há uma quantidade natural dentro da pessoa.

 

“EU NÃO TREINO PARA LIDERAR. EU TREINO PARA GERENCIAR, FAZER A GESTÃO e eu DESENVOLVO para melhorar os aspectos de liderança que já existem”. Eu impulsiono aquilo que já faz parte da essência de uma pessoa.

 

Podemos afirmar, portanto, que não deveriam existir cursos de TÉCNICAS DE LIDERANÇA e sim TÉCNICAS DE GESTÃO. Pode haver sim, DESENVOLVIMENTO DE LIDERANÇA – este é o termo mais correto, segundo as últimas informações sobre como funciona a mente humana.

 

Diversos são os comportamentos que um líder possui, todavia alguns são fundamentais como, por exemplo, uma profunda capacidade perceptiva dos próprios comportamentos e de outras pessoas, e uma leitura proxêmica e de comunicação não verbal bastante alta. Deve possuir ainda uma análise holística dos contextos, não se atendo somente a determinados focos, pois quando focamos demais, podemos esquecer o todo. Outra característica imprescindível é uma necessidade de comando e uma habilidade de persuasão que algumas vezes beira a manipulação.

 

Além de tudo isto, um líder é alguém que sabe agir no improviso e para que isto possa acontecer é preciso usar de uma inteligência relacional diferenciada além de uma racionalidade holística bem acima da média. O LÍDER é, portanto, um PENSADOR, que consegue ter respostas rápidas para coisas inéditas, pois sua mente pensa rápido quando observa desafios e obstáculos em especial os RELACIONAIS.

 

— Pedro Luiz Pereira